ENERGIA FLORAL

Hibisco

Provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre o hibisco e talvez nem saiba que esta é na verdade uma planta, capaz de gerar lindas flores. Sua origem se deu na África, há cerca de seis mil anos, porém com a expansão marítima, foi introduzida na Europa mais tarde.

Atualmente, a planta pode também ser encontrada em diversas regiões do brasil, com presença mais marcante na Amazônia, onde é muito utilizada na culinária. São milhares de espécies existentes, que possuem variedades de cores, alturas e adaptações específicas.

Quer saber mais sobre algumas das utilidades do hibisco nos dias de hoje e como essa planta pode ser cultivada em sua casa? Então continue a leitura no artigo e veja mais curiosidades à seguir.

Então o hibisco é uma flor?

Isso mesmo, o hibisco é sim uma flor que possui muitas espécies, que podem variar de 0,6 a 2,4 m de altura. Os jardineiros costumam utilizar dois tipos mais populares da planta, conhecidos como tropical e perene.

Além de produzir lindas flores, o hibisco também pode ser utilizado de outras formas, como por exemplo através do chá. Muito se tem disseminado atualmente a respeito dos poderes do chá de hibisco para o emagrecimento.

Afinal, a planta tem poder laxante, diurético e expectorante, contribuindo para a redução de peso. Mas não apenas isso, o hibisco contém pectina, amplamente utilizado em geleias e conservas, e pode também ser usado como tempero.

Antes de sair pegando uma espécie de hibisco qualquer em seu quintal para fazer chá, lembre-se que existem espécies adequadas para o consumo.

Mas voltemos a falar sobre o cultivo do hibisco, que podem ser encontrados em diversas cores, com suas pétalas crespas ou lisas, são lindas flores para serem cultivadas no jardim, mas também podem ser plantadas em vasos para ficarem dentro de casa.

Os hibiscos prefere solos bem drenados e arejados, e são plantas bem rústicas, que não necessitam de solos muito ricos em matérias orgânicas. Você pode planta-lo com estacas de galho com gemas reprodutivas retirados da planta adulta, essa forma é semelhante ao plantio das orquídeas.

Esse tipo de planta gosta de insolação direta, por isso quanto mais expostas à luz, mais flores elas dão. Após o fim da floração, é importante podar o arbusto de hibisco para que a planta desenvolva novos ramos florais ao começar a primavera.

Quando está no período de inverno, a planta costuma se resguardar, não cresce, esse pode ser um ótimo período para realizar a poda. As flores geradas pela planta são tão belas quanto das orquídeas e possuem longa duração, no entanto são sensíveis à geada ou frio intenso.

Em todo caso, ao adquirir o seu hibisco, procure se informar a respeito de sua espécie, assim você saberá analisar de ele deve ser plantado em um vaso ou diretamente no jardim, além de definir quais as preferências de cuidado que a planta demanda.

Gostou de saber mais sobre o hibisco e suas funcionalidades? Então compartilhe toda essa informação através de suas redes sociais. Não se esqueça de nos dizer nos comentários se você tem mais algum macete de como cultivar hibisco.

 

Um pouco mais sobre o Girassol

O girassol se trata de uma planta que teve origem na América do Norte. Helianthus annus é seu nome científico, e significa “flor do sol”.  Esta planta tem a característica de ser heliotrópica, em outras palavras, ela gira o caule sempre se posicionando em direção ao sol.

Seu caule pode chegar até 3 metros de altura, enquanto a flor de girassol, muito admirada por milhares de pessoas, pode apresentar a coloração amarelo ouro ou alaranjado.

Muitas pessoas acham que o girassol é apenas uma planta bonita, porém ela pode ter várias outras finalidades, e caso você queira, pode cultiva-la em sua própria casa. Quer saber mais sobre o girassol? Continue a leitura no artigo.

Curiosidades sobre o girassol

Assim como as orquídeas, o girassol não é apenas uma planta exuberante para enfeitar o seu jardim, mas também possui outras utilidades. É por esse motivo que muitos produtores, cultivam o girassol para alimentação de pássaros, produzir óleo de cozinha e biodiesel.

Além disso, é muito usado para fabricação de lubrificantes e sabonetes, e não apenas isso, a fibra contida no caule da planta pode ser utilizada na produção de papel, você sabia?

Quem é que nunca se encantou ao admirar um lindo girassol num dia ensolarado e conseguiu sentir boas energias? Pois é, a planta é símbolo de entusiasmo, vitalidade, lealdade, calor e reflete as energias positivas do sol.

Por todas essas características é que esta planta é muito procurada para ornamentação, usada ainda em técnicas Feng Shui, devido as suas características relacionadas ao sol. Diz a lenda que o girassol é capaz de trazer boas vibrações, sorte, poder e fama.

Se você é crente nesta lenda, por que não cultivar o seu próprio girassol e atrair boas energias? A flor pode ser plantada na terra ou mesmo em um vaso,  é ideias para regiões que apresentam o clima mais quente, pois ele pode tolerar até 40ºC.

É preciso regar a planta com frequência, para que o solo esteja sempre úmido, porém não encharcado. A junção correta entre a drenagem, a riqueza da matéria orgânica a profundidade são a combinação que farão com que o girassol se desenvolva de maneira saudável e forte.

As sementes de girassol costumam germinar em uma ou duas semanas, e apesar de serem fáceis de cultivar, precisam de alguns cuidados especiais, como por exemplo, cortar as mudas com má formação ou fracas durante o crescimento.

A planta deve estar disposta num local ensolarado, em direção ao sol, e é preciso ficar atento com chuva em excesso ou mesmo sombra frequente, pois esses fatores climáticos podem interferir no desenvolvimento do girassol.

Seja pela beleza da planta ou pela crença em suas inúmeras lendas, a flor de girassol garante seu destaque e beleza em qualquer decoração de interiores ou jardins.

Gostou do artigo sobre girassol? Que tal compartilhar em suas redes sociais para que outras pessoas possam aprender mais sobre essa linda planta? Caso tenha restado alguma dúvida, não deixe de nos questionar nos comentários para que possamos esclarece-la.